Estudantes de Medicina da UCPel participam do Intermed Sul 2016

Evento esportivo criado para promover através de jogos a integração entre os cursos de Medicina do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, o Intermed Sul, neste ano realizado em Criciúma, contou com a presença de 96 acadêmicos da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Os estudantes do 1º ao 6º ano, que participaram do campeonato entre os dias 21 e 24 de abril, voltaram com troféu e medalhas na bagagem. Os times da UCPel, inseridos na Série B da competição, conquistaram o 1º lugar com basquete feminino, 2º lugar com futsal masculino, vôlei e futsal femininos, e 3º com handebol feminino.
A edição deste ano do Intermed foi realizada na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), que além de ser sede dos jogos, serviu de alojamento para os universitários. No ano passado Pelotas recebeu o evento, numa parceria entre UCPel e Universidade Federal de Pelotas (UFPel). 
“O Intermed está mais esportivo do que antigamente e isso está fazendo com que todos os participantes se preparem melhor”, explica o estudante do 4º ano de Medicina, Marcelo Trommer Martelli, que também está à frente da direção geral de Esportes da Associação Atlética do Acadêmicos de Medicina da UCPel (AAAMUCPel). Razão pela qual a associação tem investido cada vez mais em jogos, como a promoção do Campeonato Medicina UCPel de Futsal. A competição, já realizada em outubro do ano passado, terá nova edição em 20 de agosto deste ano, no Complexo DC Esportes, quando as Associações de Turma de Medicina (ATM’s) disputarão entre si, tanto na categoria masculino como na feminino.
Além da promoção do campeonato de futsal, a Atlética da Medicina da UCPel tem incentivado a participação em outros eventos esportivos. Em abril, por exemplo, os acadêmicos jogaram a competição Esef de Vôlei Masculino, da Escola Superior de Educação Física da UFPel. Atualmente, um grupo de estudantes está classificado para as quartas de final do Campeonato Interatléticas de Futebol 11.
Segundo Martelli, os maiores entraves à preparação física dos times têm sido a falta de um espaço para os treinos e de profissionais que façam o papel de técnico das equipes. “Estamos buscando parceria com academias para que possamos passar a ter pelo menos um treinador”, explica, ao acrescentar que para se associar à AAAMUCPel os estudantes de Medicina pagam apenas uma taxa única, de R$ 70, que dá direito a ser sócio do começo ao fim do curso.
*Nas fotos, as campeãs da equipe de basquete feminino, o time de futsal das acadêmicas, que ficou em segundo, e Marcelo Trommer Martelli com o troféu e as medalhas conquistados no Intermed 2016

foto da notícia