Evento que discute as possibilidades do mercado na Medicina é realizado na UCPel

O Auditório Dom Antônio Zattera foi palco na noite desta segunda-feira (17) de um evento que propiciou a transferência de conhecimentos e experiências de profissionais aos futuros médicos na Universidade Católica de Pelotas (UCPel). A atividade “Enfim Médico. E Agora?”, organizada pelo Diretório Acadêmico do Curso de Medicina da UCPel, contou com a presença de plantonista, cirurgiã, gastroenterologista, advogado e estudante de Economia.
Abrindo o evento, às 19h, a plantonista do Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), Mônica de Moura Mendes, explicou a rotina de trabalho na medicina de emergência. “O objetivo foi transferir aos alunos um pouco da realidade das portas de urgência e emergência. Eles não podem sair da academia sem saber o que vão encontrar”, afirmou. 
Na sequência foi a vez da professora da UCPel e cirurgiã do aparelho digestivo, Cristiane Becker Neutzling. O tema abordado pela docente foi os desafios da cirurgia. “O propósito foi falar do mercado de trabalho para o cirurgião geral, incluindo os aspectos das principais dificuldades enfrentadas pelo profissional, possíveis ‘armadilhas’ no contrato do cirurgião, que quem é novo na profissão pode acabar caindo”, alertou.
O advogado e especialista em Direito Tributário e o estudante de economia Thiago Schabbach e Tiago Piassum foram convidados para falar de finanças, direito tributário e os cuidados que o médico deve tomar para não sonegar impostos por falta de informação. “Queremos instigar o aluno a entender que ele pode chegar ao seu objetivo financeiro rapidamente, se planejando de forma adequada”, disse Schabbach. 
Encerrando o evento, a gastroenterologista Daniela Muñoz Nogueira Zambrano palestrou sobre Medicina Interna.

foto da notícia