Dia da Prematuridade: famílias trocam experiências em evento do HUSFP

Na tarde da última terça-feira (22), o Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP) promoveu o 1° Encontro do Dia Mundial da Prematuridade, com o objetivo de reunir mães e crianças nascidas prematuramente no hospital e discutir os cuidados destinados aos pequenos. Dezenas de mães e pais participaram da atividade e trocaram experiências sobre o tema com profissionais das áreas de fisioterapia, nutrição, serviço social e farmácia e também com acadêmicos das Ligas de Fisioterapia e Pediatria da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). (Clique na foto para ver outras imagens)
O encontro ocorreu no Núcleo Ambulatorial do Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite. Foram distribuídos panfletos com dicas de saúde bucal, doação de escovas de dente infantis e orientações sobre práticas como a fisioterapia pediátrica, que utiliza técnicas manuais que trabalha os movimentos do corpo de forma lúdica e divertida.
O evento contou com a presença do Chico, mascote do HUSFP, que alegrou a tarde e foi requisitado para fotos com as crianças. Entre os participantes do evento, a mãe do pequeno Felipe, Vanderleia Matias. Com o filho de dois meses no colo, ela conta que fez questão de vir de Canguçu, onde vivem, para participar do evento da Prematuridade e reencontrar os profissionais que estiveram ao seu lado durante a gravidez e o tratamento. 
“Hoje posso dizer que se não fosse o Hospital São Francisco eu não sei se meu filho estaria aqui comigo. Sou diabética e desde os três meses de gravidez eu tive o acompanhamento dos médicos do hospital. Fiz questão de vir de Canguçu para agradecer mais uma vez por toda a ajuda e cuidado que recebi aqui”, afirmou Vanderleia, ao destacar que ficou 26 dias internada na Casa da Gestante do HUSFP.
Mãe do pequeno Moisés, de um ano e um mês, Eliziane Garcia conta que descobriu a gravidez de forma tardia, um dos motivos pelo nascimento prematuro do bebê. 
“Meu filho passou pelas UTIs neonatal, semi-intensiva e pediátrica do Hospital São Francisco, que sempre ofereceu uma boa estrutura e acompanhamento para o Moisés e para mim. Aos poucos ele está evoluindo e é como eu sempre digo, cada dia é um passinho de formiga, tudo é sempre muito comemorado”, destacou Eliziane, ao lado da mãe Nair.
A responsável pelo setor de Pediatria do HUSFP, Dra. Márcia Andersson, destaca que o objetivo do evento é “confraternizar com as famílias e poder proporcionar esse encontro de acompanhamento com as crianças, observar as evoluções e celebrar o Dia Mundial da Prematuridade”. A data é comemorada no dia 17 de novembro.
Apoiadores
A festa da Prematuridade contou com apoio da empresa Biscoitos Zezé; da Farmavip Drogaria e Manipulação, que apresentou dicas e cuidados com a higiene das crianças e distribuiu kits de álcool gel para os presentes; do projeto solidário Expressinho Móvel que, com apoio da Loja Móveis Pérola de São Lourenço do Sul, distribuiu quase 100 sorvetes durante a tarde ensolarada; do projeto Vida Ativa da Prefeitura de Pelotas, que divertiu as crianças com brinquedos infláveis, cama elástica e pintura de rosto; do Grupo de Apoio do HUSFP.

foto da notícia