UCPel participa de SarcDay nesta quinta-feira (03)


918  30 de setembro de 2019

Idosos internados até quinta-feira (3), nos cinco hospitais de Pelotas, serão avaliados por meio do SarcDay. Promovida em todo país, a ação alerta para a presença de Sarcopenia em idosos hospitalizados. A atividade é proposta pelo Grupo de Estudos em Composição Corporal e Nutrição (GE-COCONUT) e conta com a coordenação da professora do curso de Medicina da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Maria Cristina Gonzalez.

A Sarcopenia é caracterizada pela perda de força e musculatura devido ao envelhecimento. Os idosos acometidos com esse mal têm dificuldade para manter o equilíbrio, o que pode resultar em quedas. Para identificar o risco, o grupo aplicará um questionário e medirá a panturrilha da perna, buscando verificar se o idoso está com pouco músculo. Depois de 30 dias, será feita uma análise da situação de cada paciente: se permanece hospitalizado, teve alta ou faleceu.

De acordo com Maria Cristina, que também é professora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Comportamento (PPGSC) da UCPel, esse cuidado é importante, pois idosos que internam com risco de Sarcopenia devem receber uma atenção especial, com mobilização e nutrição específica. “Com o tempo, queremos mostrar que isto é essencial e deveria se tornar rotina nos hospitais: avaliar o risco de Sarcopenia no momento da internação”, pontua ela.

Esta é a segunda vez que a ação será realizada em Pelotas. Em 2018, como projeto piloto, menos hospitais foram contemplados. Este ano, trinta e três estabelecimentos de saúde de estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo participarão. Os hospitais São Francisco de Paula, Beneficência Portuguesa, Santa Casa, Miguel Piltcher e Escola UFPel efetuarão as avaliações.

 

Redação: Helena Rocha