fbpx
Save the date

A aluna do curso de Medicina da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Marina Wendt, alcançou a segunda colocação na primeira edição do prêmio Experiências Exitosas no XII Congresso Paulista de Geriatria e Gerontologia. 

A extensionista do Centro de Extensão em Atenção à Terceira Idade (Cetres) da UCPel, inscreveu na competição a cartilha “O que Pelotas tem a oferecer para o idoso viver melhor – instrumento facilitador para inserção do idoso”. O documento produzido com o projeto Universidade Aberta da Maturidade (UAMI) teve a contribuição de idosos em seu desenvolvimento e tem como objetivo tornar a vida das pessoas da terceira idade mais saudável e divertida. 

Além do reconhecimento da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) através de uma placa de certificação, a acadêmica recebeu a quantia de R$ 2 mil e foi convidada para a cerimônia de premiação que ocorreu em São Paulo. 

Recompensa de um trabalho coletivo

Para o coordenador do Cetres e especialista em saúde do idoso, Hartur Torres da Silva, o prêmio demonstra o reconhecimento de instituições nacionais sobre o trabalho desenvolvido pela UCPel. “Nos encoraja ainda mais a seguir e mostra que estamos no rumo certo. Isso nada mais é do que a nossa perspectiva enquanto Cetres, enquanto universidade, de ver a pessoa idosa plena com suas potencialidades para contribuir muito com a comunidade”, destaca Torres.

Redação: Kauã Blank 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.