Sistema Respiratório

Traquéia: Lâmina 90 (H.E.)

- Mucosa: revestida por epitélio pseudoestratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes, apoiado sobre a lâmina própria de tecido conjuntivo frouxo. Entre a mucosa e a submucosa encontra-se uma concentração de fibras elásticas visíveis apenas com técnicas especiais. Logo abaixo se situam glândulas seromucosas cujos ductos se abrem na luz traqueal.
- Peças de cartilagem em forma de "C" são revestidas por pericôndrio e unidas posteriormente por ligamentos fibroelásticos e feixes de músculo liso.
- Adventícia: composta por tecido conjuntivo frouxo o qual, une este órgão aos tecidos vizinhos.

Lâmina 90A (PAS)

Esta técnica evidencia os conteúdos glicoprotéicos em púrpura ou cor de vinho tais como: Muco das células caliciformes e das glândulas mucosas, membrana basal epitelial e matriz cartilaginosa.

Pulmão: Lâmina 91 (H.E.)

Brônquios
- Mucosa: Epitélio pseudoestratificado cilíndrico ciliado à cilíndrico simples com células caliciformes.
Lâmina própria de tecido conjuntivo frouxo rico em fibras elásticas.
- Camada de tecido muscular liso: feixes musculares dispostos em espiral.
- Camada de tecido conjuntivo contendo glândulas seromucosas que abrem seus ductos na luz brônquica.
- Placas de cartilagem hialina aparecem como ilhas entre o tecido conjuntivo.
Adventícia: tecido conjuntivo

Bronquíolos
- Mucosa: inicia com epitélio cilíndrico simples ciliado com algumas células caliciformes e passa a cúbico simples intermitentemente ciliado apoiado em lâmina própria de tecido conjuntivo frouxo.
- Camada de tecido muscular liso muito desenvolvida e disposta helicordal.
Bronquíolos respiratórios
Revestido por epitélio cúbico situado sobre tecido conjuntivo fibroelástico e músculo liso. Este segmento caracteriza-se por apresentar alvéolos em suas paredes.
Ductos alveolares.
Difíceis de serem visualizados nessa lâmina.

Alvéolos
Sacos revestidos por epitélio planos simples sustentados por tecido conjuntivo rico em fibras elásticas, ricamente supridos por capilares. A parede alveolar comum entre dois alvéolos é o septo alveolar.

Saco alveolar
Grupo de alvéolos que se abre em um espaço comum.

Pleura
Serosa que reveste os pulmões: mesotélio e tecido conjuntivo frouxo rico em fibras elásticas. Somente o folheto visceral é visto na lâmina.

Fossas Nasais

Histologicamente dividida em três regiões:
Área vestibular
Área Respiratória
Área Olfatória
Observar o revestimento das mucosas das diferentes regiões.
1) Área Vestibular
Região anterior das fossas nasais a qual aquece, lubrifica e comunica as vias respiratórias com o meio externo. Nesta região a mucosa de revestimento é formada pelo epitélio estratificado pavimentoso e uma lâmina própria rica em fibras colágenas conferindo grande resistência.

2) Área Respiratória
A maior parte das fossas nasais apresenta-se revestida por uma mucosa contendo epitélio "típico respiratório", o epitélio pseudoestratificado cilíndrico ciliado com células caliciformes. A produção de muco e o batimento ciliar são responsáveis pela corrente viscosa formada no interior deste aparelho a qual elimina impurezas e lubrifica as vias respiratórias.

3) Área Olfatória
Apresenta-se revestida por um epitélio especializado na captação de estímulos olfativos.
A população celular do epitélio que reveste esta mucosa contém células nervosas (neurônios bipolares) interpostos com células cilíndricas ciliadas e arredondadas basais.

Septo Nasal
Peça de cartilagem hialina que sustenta as fossas nasais e divide em dois compartimentos simetricamente semelhantes.
Cornetos; superior, médio e inferior.

© 2009 Atlas de Histologia Médica / UCPel
UCPel