onde estudar medicina

Depois de muita preparação, várias horas de estudo e grandes expectativas, é importante que o curso dos seus sonhos seja realizado na melhor escola. Escolher onde estudar Medicina é algo que precisa ser feito com calma e cuidado, pois isso vai influenciar a qualificação necessária para seguir a profissão.

A professora e diretora do Centro de Ciências da Saúde da UCPel, Moema Chatkin, destaca que é fundamental considerar que a Medicina não é apenas uma ciência técnica, pois lida diretamente com o ser humano. Assim, é preciso avaliar qual instituição tem a melhor capacidade de promover essa formação completa, para o cuidado com o bem-estar das pessoas.

Dessa maneira, existem alguns critérios a serem analisados antes de decidir onde fazer o curso. Confira, a seguir, 5 pontos importantes que devem ser observados.

1. Avaliação da Universidade e do curso

O Ministério da Educação faz uma avaliação de todas as instituições de ensino superior do Brasil. Para isso, utiliza alguns indicadores: o Conceito Preliminar de Cursos (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC).

O CPC atribui uma nota para o curso individualmente, que vai de 1 até 5. Caso essa média seja insatisfatória, ele pode ser fechado. Para isso, o MEC analisa a média dos alunos no Enade, o corpo docente, os recursos didático-pedagógicos e a infraestrutura necessária para aquela graduação.

Já o IGC avalia toda a universidade. Isso é feito a partir das médias do CPC e também de visitas de representantes do Inep, o órgão do MEC responsável por essa avaliação. Nesse caso, uma média abaixo do esperado pode impedir a abertura de novos cursos e vagas.

Dessa forma, buscar a avaliação da instituição e do curso é fundamental no momento da escolha. Vamos conhecer um pouco mais sobre esses critérios nos próximos tópicos, porém, esse já é um bom parâmetro a se considerar.

Isso traz uma visão geral da qualidade do ensino, o que permite encontrar uma instituição que seja referência. O curso de Medicina na UCPel, por exemplo, obteve nota 4 na avaliação in loco do MEC, o que mostra o resultado de um ótimo trabalho, fruto da tradição na formação médica. A instituição já formou mais de 4 mil médicos ao longo dos seus 60 anos de história, que atuam no Brasil e no exterior.

2. Infraestrutura fornecida

A boa infraestrutura é fundamental para qualquer graduação, porém, no caso do curso de Medicina isso é ainda mais vital. O profissional atuará diretamente com a saúde e o bem-estar de seres humanos, o que torna essencial ter experiências práticas e mais realísticas, que garantam o bom preparo.

A professora Moema conta que a UCPel tem salas em formato de auditório, com recursos multimídia e capacidade para receber até 80 alunos. Isso permite a realização de seminários e aulas com metodologias ativas com conforto.

A instituição disponibiliza aos alunos laboratórios de informática, biblioteca climatizada e com grande capacidade, além de bibliotecas setoriais nos campi voltados para atendimentos em saúde.

A UCPel também conta com laboratórios equipados para estudos das disciplinas e aulas práticas, como é o caso da Fisiologia e da Anatomia. Além da possibilidade de dissecação em peças reais, a instituição tem o laboratório de anatomia em 3D, que usa uma tecnologia de ponta para melhorar o aprendizado.

Para intensificar as experiências, os estudantes contam com o Laboratório de Simulação Realística e instrumentos como o Body Interact, que permite o cuidado de diversos casos clínicos virtualmente. A universidade tem mais de 80 salas de atendimento médico, em que se incentiva o contato entre o profissional e o paciente.

3. Corpo docente

Os professores são responsáveis por orientar a trajetória do estudante durante a formação, portanto, é importante que contem com bom preparo. Nesse sentido, é preciso observar quem são as pessoas que integram o corpo docente da instituição, qual a sua experiência e a sua formação.

A excelência do ensino está diretamente relacionada com a atuação do corpo docente. Por isso, é preciso observar os títulos e as áreas de estudo dos educadores. Contar com professores que tenham reconhecimento no setor é muito importante para uma boa formação.

No curso de Medicina, é necessário também que o corpo docente conte com profissionais que tenham experiência na assistência pois na Medicina UCPel o aprendizado se dá em grande parte no atendimento aos pacientes.

4. Currículo e proposta pedagógica

O currículo do curso e a proposta pedagógica adotada são fundamentais para adquirir a experiência e a segurança necessárias para se tornar um bom médico. Eles precisam ser atualizados e aprimorados, para que proporcionem sempre o melhor processo de ensino e aprendizagem.

É importante que a instituição tenha consolidados os três pilares da educação, que são: ensino, pesquisa e extensão. Isso envolve as práticas de ensino, o estímulo à pesquisa científica como forma de aprofundar os conhecimentos e os projetos de extensão para permitir o contato com a comunidade.

A professora Moema explica que a UCPel oferece aos estudantes a possibilidade de integrar os programas de pesquisa e extensão desde o início do curso, o que proporciona uma experiência muito significativa.

Além disso, oferece programas de pós-graduação lato sensu e stricto sensu, além de 9 programas de Residência Médica, para que os estudantes possam se especializar após a conclusão do curso.

Powered by Rock Convert

5. Possibilidade de experiências práticas em atendimentos

Como vimos ao longo deste texto, para escolher onde estudar Medicina é essencial observar a capacidade que a instituição tem de promover atividades práticas para os estudantes, com o uso de tecnologia e de outros recursos. Além disso, também é necessário para a formação que se possibilite a experiência em atendimentos para a comunidade.

Para isso, UCPel conta com parcerias com o sistema de saúde regional e local, com atuação nos três níveis de atenção à saúde.

No primário, a instituição conta com 6 Unidades Básicas de Saúde que oferecem assistência às famílias que residem nas suas áreas de abrangência. A atenção secundária e a terciária acontecem nos atendimentos ambulatoriais em diversas especialidades no Campus Saúde, e, no Hospital Universitário São Francisco de Paula, hospital geral com atendimentos clínicos, cirúrgicos e atenção materno-infantil, ocorrem atendimentos em áreas especializadas com procedimentos de media e alta complexidade, inclusive Terapia Renal Substitutiva, Transplante e Cirurgia Cardíaca.

Assim, o estudante tem, ainda na graduação, o aprendizado necessário para exercer a profissão, sempre com a presença de orientadores e preceptores. Essa também é uma oportunidade de participar de um serviço à sociedade, pois a universidade disponibiliza uma assistência de saúde muito importante para a região.

Dessa forma, a escolha de onde estudar Medicina deve ser feita a partir da análise do que a instituição pode oferecer para sua formação. É interessante buscar essas informações antes mesmo do processo seletivo, para que ele seja realizado de maneira consciente e acertada.

Entre em contato com a UCPel para conhecer mais sobre o curso de Medicina e como nós podemos ajudar na realização do seu sonho.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *