Medicina

Qual é a diferença entre Ciências Médicas e Medicina? Entenda!

Neste momento, por exemplo, há inúmeros estudantes concentrados em decidir sobre seus rumos profissionais. Para os que desejam prestar vestibular na área médica, é importante saber que existem possibilidades além do concorrido curso de Medicina. Portanto, antes de se preparar para o processo de ingresso, é necessária muita pesquisa para conhecer bem a grade curricular e confirmar se ela atende ao seu perfil. Isso é condição para ter satisfação e bom desempenho ao longo da vida acadêmica e, consequentemente, na sua carreira profissional. 

Alguns cursos geram certa confusão, a qual pode ser perigosa para os interessados. Entre elas, se existe alguma diferença entre Ciências Médicas e Medicina, ou ainda Biomedicina. Ressalta-se que a distinção pode ser apenas na nomenclatura, como veremos mais à frente neste texto. Considerando tratar-se da área da saúde, que é uma das mais promissoras e concorridas, preparamos este conteúdo com informações relevantes para embasar a sua decisão neste momento tão importante e que, de certa forma, deixa os pré-vestibulandos apreensivos.

Siga com a leitura para conhecer mais sobre os cursos relacionados à área médica e, assim, poder escolher o mais adequado para você! Boa leitura!

Ciências Médicas 

Muitos estudantes, ao avaliar as possibilidades de cursos na área da saúde, deparam-se com as Ciências Médicas. Na verdade, não se trata de um curso distinto e, muitas vezes, encontrado em algumas universidades como se referindo ao próprio curso de Medicina. Ciências Médicas e Medicina, portanto, são duas nomenclaturas do curso que forma o bacharel em Medicina.

Já há outras universidades que usam essa nomenclatura para a área da Medicina, que inclui os demais cursos relacionados, como Enfermagem, Fisioterapia, entre outros. Portanto, Ciências Médicas se refere ao campo de estudos de investigação de doenças humanas — por exemplo: curso de Medicina do Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, ou curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas.

Todavia, ainda há instituições educacionais que oferecem, sim, o curso de Ciências Médicas em sua grade, embora seja similar à Medicina, com diferenças sutis. O curso tem o intuito de atender os estudantes que têm o objetivo de atuar com saúde e remédios, abarcando, assim, as seguintes ciências: bioquímica, microbiologia, fisiologia, nutrição, toxicologia etc. Apesar de oferecido como um curso de graduação, tem uma duração menor, em média, de 3 anos.

Medicina 

O estudante que opta por seguir o árduo caminho até se formar médico precisa, antes, certificar-se que tem aptidão e perfil para essa profissão. Também é importante verificar se terá condições de arcar com os custos dessa formação, já que, mesmo estudando em uma universidade pública, a dedicação deve ser praticamente exclusiva para o curso. 

Ainda, pelo fato de o médico estar diretamente em contato com pacientes em situação delicada, que é a de vivenciar algum problema de saúde, ele precisa ter empatia, um bom psicológico e capacidade de trabalhar sob pressão. Afinal, não é todo mundo que tem estrutura emocional para conviver com a negatividade gerada por doenças o dia todo.

O curso de Medicina tem duração de 6 anos, em turno integral, e é considerado um dos mais concorridos e mais bem remunerados. Depois de formado, o médico pode atuar como clínico geral ou especializar-se em alguma área de interesse, por meio de residência médica. Essa exige mais uns 2 ou 3 anos — a depender da especialidade médica —, com mais de 2880 horas/aula e de treinamento por ano.

O médico, atendendo em hospitais, clínicas, consultórios e postos de saúde, tem a sua atuação restrita à prevenção e ao tratamento de doenças, embora também investigue as suas causas. Ele ainda tem a possibilidade de seguir para a docência, repassando o seu conhecimento adquirido por meio de tantos anos de estudos. Para isso, ele precisa estudar ainda mais, para se capacitar em Mestrado ou Doutorado. Oportunidades de trabalho nessa área só crescem.

Biomedicina

Há confusão, também, quando encontradas as denominações de Ciências Médicas e Ciência Biomédicas, que seria a Biomedicina. Além disso, muitos estudantes que desejam formar-se médicos têm interesse também pelo curso de Biomedicina. Ele tem duração de 4 a 5 anos, sendo os dois primeiros compartilhados com o de Medicina. Os dois são desvinculados depois desse período, sendo que os alunos já ingressam tendo definida uma das formações antes do vestibular. Por fim, as duas formações se complementam. 

A Biomedicina explica a saúde em termos de biologia, atribuindo importância ao aprendizado sobre a estrutura do corpo (anatomia) e os sistemas (fisiologia). Portanto, um relato biomédico é aquele que fornece uma explicação física ou biológica para a saúde. Como o próprio nome já indica, esse curso reúne conhecimentos da Medicina e da Biologia. 

Powered by Rock Convert

Pelo fato de a grade de disciplinas ser longa, o profissional tem a oportunidade de escolher um ramo para atuar, por exemplo: 

Basicamente, para entender mais claramente, enquanto o curso de Medicina tem uma formação com foco mais prático, com médicos atuando em hospitais, o curso de Biomedicina está focado na aplicação de estudo, investigação e pesquisa, com seus profissionais trabalhando em laboratórios.  

No Brasil, o biomédico encontra um mercado de trabalho estável, sólido e com muitas oportunidades, principalmente para os pesquisadores em grandes laboratórios. O estudante que decide pelo curso de Biomedicina precisa ter aptidão para a pesquisa e os atributos de concentração, organização e interesse em aprender constantemente.

Ao final deste texto, além de termos esclarecido as diferenças entre Ciências Médicas e Medicina, reforçamos sobre a importância do entendimento do curso pretendido para que você faça a escolha efetiva e adequada ao seu perfil. 

Se você gostou do post e acha que ele poder ser relevante e ajudar seus amigos que estão na mesma situação que você, compartilhe nas suas redes sociais.

Powered by Rock Convert
Sair da versão mobile